Mercado Bitcoin planeia expandir-se para o México

Última Actualização: 25 Julho 2022

A empresa brasileira Mercado Bitcoin quer abrir as suas portas no México este ano com o fim de vender Bitcoin lá também. Em declarações à Cointelegraph, o CEO Reinaldo Rabelo disse que a Mercado Bitcoin está atualmente à espera da aprovação das autoridades para abrir no México.

Expansão através de aquisição

Exatamente como a Mercado Bitcoin planeia mudar-se para o México não é claro no momento de escrita. Em Abril, Reinaldo Rabelo disse que a expansão por aquisição é a forma mais fácil de entrar em novos mercados.

Por exemplo, em Janeiro, o Grupo 2TM, empresa-mãe da Mercado Bitcoin, comprou uma participação de controlo na CriptoLoja, com sede em Lisboa, como parte da sua expansão para Portugal.

Curiosamente, a Coinbase esteve anteriormente em conversações com a 2TM sobre uma possível aquisição. Na altura, a 2TM ainda estava avaliada em 2 mil milhões de dólares, mas as conversações com a Coinbase acabaram por se afundar em Maio.

Cenário macroeconómico perigoso

Rabelo indica ainda que a 2TM está atualmente a olhar para o mercado latino-americano com um pouco mais de cautela devido ao cenário macroeconómico. No momento de escrita, a empresa opera no Brasil e em Portugal através de empresas como a Mercado Bitcoin, Blockchain Academy, Bitrust, CriptoLoja e Portal da Bitcoin.

Se a Mercado Bitcoin se mudar para o México, irá competir com a Bitso, que é atualmente a maior do país e também opera na Argentina, Brasil, El Salvador e Colômbia. O que faz do México um país Bitcoin especial é que vários políticos tentaram introduzir uma lei Bitcoin semelhante à de El Salvador.

Até agora sem sucesso, uma vez que o México não tomou quaisquer medidas significativas a esse respeito desde então. Além disso, está em processo de lançamento do dinheiro digital do banco central por volta de 2024.

error: Alert: Content is protected !!